Category Archive: de volta para o futuro

Adoro começar projetos novos. Gosto de deixar a idéia criar asas, e ficar pensando em cores e formas, imaginar pequenos detalhes sem muita e pensar em quem vai usar.

Nos últimos tempos, ando ponderando algumas novas idéias. Ainda é cedo para discutí-las por aqui, mas se tudo progredir bem, vai vir novidade por ai!

Primeiro de dezembro neste ano foi um divisor de águas. Ele marca praticamente o fim do semestre: foi o dia da última apresentação de trabalho — um trabalho de estatística, com um grupo de cinco pessoas, que só deu briga e confusão. Depois disso, só tem um trabalho final, mas é só pro dia 15. Mas, talvez mais importante, primeiro de dezembro foi o dia que eu tive que enviar meus applications.

Me senti numa guerra em duas frentes. De um lado, um trabalho que não queria terminar… juro que o último slide foi escrito em sala de aula, enquanto o grupo que se apresentou antes do nosso terminava. De outro, applications que eu não tinha certeza se estavam prontos… talvez só pela impressão de que eles pesam demais nesse exato momento.

Mas o trabalho foi apresentado e meus applications foram enviados antes das 8 da noite. Então sai pra jantar com minhas amigas. Precisava comemorar: essa batalha eu ganhei.

Essa semana eu andei trabalhando nos meus applications (finalmente! êêêê! o/ Todos comemoram :cool: ). A deadline está se aproximando cada vez mais e eu tenho que dedicar meu tempo a isso de verdade. Mas, nossa, que processo chato. Cada universidade que peça mais documento que a outra, ou exija um formulário maior…

Pra mim, a pior parte se chama Personal Statement Letters. Gente, fala sério. E não pode ser uma carta só para todas, porque cada universidade pede um tamanho diferente (500 palavras, 1000 palavras, 3 páginas com espaçamento simples, 4 páginas com espaçamento duplo…). :roll: Sem contar que ninguém quer ter trabalho: nessa carta, além de falar sobre você mesmo, você tem que explicar porque você combina com a universidade. Sim, daqui, de longe mesmo, sem nunca ter pisado lá.

É uma tarefa um tanto difícil. Eu até entendo… eles querem saber minhas espectativas e de certa forma faz sentido que isso faça parte do processo, mas não dava para facilitar a vida do pobre estudante escrevendo essas coisas?

Outra pergunta: não tá na hora de eles mudarem o nome desse troço de carta para “email”? :lol:

Enfim, eu resolvi escrever da mais curta para a mais cumprida. Sim, eu sei que cortar coisas é mais fácil do que acrescentar, mas eu já tava tendo dificuldades em começar, então achei que seria uma boa idéia tentar começar pela mais fácil. Acho que funcionou. A primeira se foi. Amanhã, me forço a fazer pelo menos a segunda, mas de preferencia a segunda e a terceira. Depois disso a quarta vai ser moleza. Daqui para a próxima segunda-feira, quero estar com todas as cartas prontas e todos os applications preenchidos e submetidos. Não quero deixar pro último segundo.

Já vi que essa semana vai ser all applications all the time. :evil: Fazer o quê, né?