Em inglês, as pessoas dizem que as coisas vem de três em três. Aparentemente essa idéia vem da frase em latim “omne trium perfectum” que segundo wikipedia significa “grupos de três são perfeitos”.

Essa semana, completei meu grupo de três desastres naturais.

O primeiro foi um leve terremoto em São Paulo. Lembro que minha cama balançou e não entendi o que era até alguém me ligar e avisar.

Algum tempo depois, eu estava na Europa quando o vulcão entrou em erupção na Islândia e metade dos aeroportos europeus foram fechados. Na ocasião, meus vôos de Praga para Frankfurt e de lá para o Porto, foram cancelados e acabei atravessando a Europa quase toda por terra. Foram mais de dois dias de trem e ônibus. Minha mãe quase enlouqueceu, mas foi até divertido. E não, eu não vi nenhuma fumaça preta no céu.

Dessa vez, estou no Canadá enquanto o furacão Sandy (ou Frankenstorm como andam chamando por aqui) está bagunçando Nova Iorque, que é — adivinha? — meu próximo destino. Minha passagem de trem está comprada, mas se vou conseguir usar ou não é outra história. Essa linha não está funcionando ainda, apesar de estar previsto para voltar a operar amanhã. Agora não tem previsão. Vou esperar até segunda, se não voltar compro uma passagem de ônibus. Vamos ver no que dá.

O Brasil é privilegiado. Nós não precisamos lidar com desastres naturais. Então é inusitado para mim estar de vez em quando coincidentemente tão perto deles. Mas esse já foi meu terceiro, então agora chega, né?

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>